sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008

Um video

Viva,
Como se devem recordar (caso contrário leiam a mensagem do dia 18/02/2008) eu gosto muito de água e obviamente não sou a única cadela que adora brincadeiras no mar e/ou rio, inclusive existem raças que estão mais habilitadas a permanecer e movimentarem-se à vontade dentro de água. Em Portugal existe a raça de Cão de Água Português vide a foto:


Créditos da foto: Pedra da Anixa


Além desta raça portuguesa existem outras bem conhecidas, como por exemplo o Labrador Retriever, vide foto:



Créditos da foto: http://www.dog-breed-facts.com/


Mas o que me leva a escrever esta mensagem é verificar que além destas raças mais propensas a gostar de água existem muitos outros individuos que sabem como se divertir com água. Vejam a sorte deste Dogue Alemão, eu também gostava de ter assim um jardim.



video


Até breve...

domingo, 24 de fevereiro de 2008

Eu e as minha asneiras...

Olá...

Hoje vou-vos falar das minhas más acções, pelo menos na opinião do meu dono, porque eu acho que não faço mal nem a uma mosca.

Eu gosto de muito de papel de desfazer revistas, por isso, o meu dono tem muito cuidado (às vezes) e não coloca revistas nem qualquer tipo de papel com um acesso fácil. Mas por vezes distrai-se e eu faço força, muita força para resistir ao ímpeto de roer, desfazer esse papel. Por vezes não consigo e quando o meu dono chega a casa e encontra ou a sala ou o meu quarto com milhares de papéis.

Uma vez, enquanto o meu dono trabalhava, ele deixou uma revista à minha merçe e eu não me fiz de rogada e então peguei na revista e desfiz em n de bocados, quando o meu dono chegou a casa pregou-me um raspanete que passou rápido.

Vejam como o meu dono encontrou a sala:

imagem(154)

Noutra altura, ele deixou uma revista no WC e eu fui buscá-la e levei-a para o meu quarto, desfiz a revista toda e além disso também fui buscar o rolo de papel higiénico e também desfiz parcialmente o mesmo. Quando o meu dono chegou ele ficou muito aborrecido comigo e para me castigar obrigou-me a ficar durante 10 min com o resto do rolo na boca, foi a maneira que ele encontrou para me convencer a não voltar a mexer em papel higiénico. Vejam as fotos:

dsc00201


dsc00202a


Até uma próxima...

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008

A minha relação com a água


Olá mais uma vez...

Hoje vou-vos contar a minha relação com água...

O meu dono, de vez quando lembra-se, de me dar banho na banheira... sinceramente detesto... vou muito contrariada para a casa de banho, mas já sei que se não for... ele vai-me buscar onde eu estiver, por isso, não vale a pena lutar...

Eu não gosto de tomar banho... de ser molhada pelo chuveiro... de ser esfregada com um esponja para espalhar o champô... fico completamente estarrecida... por vezes a tremer com a ansiedade... mas lá tenho que aguentar... o mais chato é quando tenho algum problema de pele e tenho que tomar banho dia sim dia não... é um pesadelo... mas vou vivendo...

Agora... quando o meu dono me leva à praia... é um delírio para mim... por vezes até me esqueço que sou muito educada e faço-me de surda enquanto corro com grande desenvoltura em direcção ao rio ou ao mar com o meu dono aos berros a chamar por mim...

No mar, as ondas não me assustam... eu ultrapasso facilmente e sem medo as ondas... de forma a ir buscar o brinquedo que o meu dono lança para água, seja o disco seja a bola... eu vou buscar... Por vezes, o meu dono exagera e lança os brinquedos para muito longe... mas eu não desisto e não fico mal... vou buscar onde estiver...

Também já andei de canoa... mas eu gostava era de estar dentro de água e não em cima da canoa... essa foi uma tarde muito gira... onde passei maior parte do tempo dentro de água... Deixo-vos umas fotos das minhas actividades dentro de água, também podem ver um pequeno video...

Até à próxima...


dsc03001

dsc03003

dsc04953

dsc04975

video

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2008

Eu e a minha brincadeira preferida - O DISCO

Viva,

Vou-vos contar aquele que é o meu brinquedo preferido, o Disco.

O disco é feito de borracha para não me magoar nos dentes e a brincadeira é o meu dono lançar o disco e eu correr como um raio atrás para tentar apanhá-lo antes de este cair ao chão. Se o lançador for bom eu consigo sempre apanhá-lo se ele for mau a lançar obviamente não conseguirei.

Sempre que o meu dono pronuncia a palavra "disco" ou a frase "vamos brincar com o disco" eu fico em polvorosa e bastante impaciente eenquanto não começar a brincar, fico tão ansiosa que as minhas quartos traseiros tremem bastante.

Por vezes e quando o meu dono está distraído eu brinco sozinha com o disco mas geralmente a vontade é tanta que acabo por rasgar o mesmo e o meu dono chateia-se comigo pois terá obrigatoriamente de comprar um novo.

Vou-vos deixar com umas fotos da brincadeira...

dsc00386

dsc04319

dsc04321

dsc04325